2015-09-30

Underworld - As surreais e oníricas fotografias de modelos em lugares abandonados de Rebecca (Litchfield) Bathory

Rebecca Bathory, até há pouco tempo atrás conhecida como Rebecca Litchfield, é uma fotógrafa inglesa. Além de profissionalmente fotografar casamentos, ela é também uma fotógrafa artista, tendo já publicado um livro com suas fotografias.

No âmbito artístico, Rebecca Bathory tem uma predileção por fotografar lugares abandonados, com uma atmosfera sombria e esquecida no tempo. Uma de suas séries mais conhecidas é "Underworld" (ou "Submundo"). Nela, a artista se inspira nos mitos gregos do submundo pós-vida, colocando modelos em lugares abandonados, como velhos casarões, em um clima soturno e esquecido no tempo.

Inspirada especialmente na parte da mitologia de Hades e Perséfone, Rebecca Bathory nos leva junto com uma bela modelo pelas ruínas de ambientes abandonados, onde um jogo de luzes e sombras faz tudo parecer mais sombrio, onde o silêncio impera e onde apenas antigas memórias vivem. O resultado são fotografias com um toque surreal e onírico, onde o abandono e o esquecimento geram belezas palpáveis, onde uma alma perdida e solitária dança pelos escombros do passado.

Vejam Underworld - As surreais e oníricas fotografias de modelos em lugares abandonados de Rebecca (Litchfield) Bathory:

Rebecca Litchfield Bathory fotografia artística lugares abandonados Submundo Underworld mitologia grega surreal onírica

Rebecca Litchfield Bathory fotografia artística lugares abandonados Submundo Underworld mitologia grega surreal onírica

Rebecca Litchfield Bathory fotografia artística lugares abandonados Submundo Underworld mitologia grega surreal onírica

Rebecca Litchfield Bathory fotografia artística lugares abandonados Submundo Underworld mitologia grega surreal onírica

Rebecca Litchfield Bathory fotografia artística lugares abandonados Submundo Underworld mitologia grega surreal onírica

Rebecca Litchfield Bathory fotografia artística lugares abandonados Submundo Underworld mitologia grega surreal onírica

Rebecca Litchfield Bathory fotografia artística lugares abandonados Submundo Underworld mitologia grega surreal onírica

Rebecca Litchfield Bathory fotografia artística lugares abandonados Submundo Underworld mitologia grega surreal onírica

Rebecca Litchfield Bathory fotografia artística lugares abandonados Submundo Underworld mitologia grega surreal onírica

Rebecca Litchfield Bathory fotografia artística lugares abandonados Submundo Underworld mitologia grega surreal onírica

Rebecca Litchfield Bathory fotografia artística lugares abandonados Submundo Underworld mitologia grega surreal onírica

Rebecca Litchfield Bathory fotografia artística lugares abandonados Submundo Underworld mitologia grega surreal onírica

Rebecca Litchfield Bathory fotografia artística lugares abandonados Submundo Underworld mitologia grega surreal onírica

Rebecca Litchfield Bathory fotografia artística lugares abandonados Submundo Underworld mitologia grega surreal onírica

Rebecca Litchfield Bathory fotografia artística lugares abandonados Submundo Underworld mitologia grega surreal onírica

Rebecca Litchfield Bathory fotografia artística lugares abandonados Submundo Underworld mitologia grega surreal onírica

Rebecca Litchfield Bathory fotografia artística lugares abandonados Submundo Underworld mitologia grega surreal onírica

Rebecca Litchfield Bathory fotografia artística lugares abandonados Submundo Underworld mitologia grega surreal onírica

Rebecca Litchfield Bathory fotografia artística lugares abandonados Submundo Underworld mitologia grega surreal onírica

Imagens via site de Rebecca Bathory. Dica via Slow Show - Rebecca Litchfield, Underworld.

Existe ciclo de vida útil em um emprego? - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 30/09/2015, sobre o ciclo de vida útil de um profissional em um emprego.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

Existe ciclo de vida útil em um emprego?

ciclo de vida útil de um emprego

Um ouvinte escreve: "Tenho 40 anos e há mais de dez anos tenho uma função gerencial em uma empresa de grande porte. Há tempos, ouvi um colega comentar que todo profissional tem um ciclo em empresas, algo como um prazo de validade. Não dei muita atenção na época, mas estou começando a me convencer de que isso pode ser verdade. Mesmo com um bom salário e um bom ambiente, sinto que a minha motivação vem diminuindo e já não tenho mais o mesmo ânimo para vir trabalhar e ser produtivo. A ideia de mudar de emprego cada vez me apetece mais. E pergunto se esse ciclo de vida útil de fato existe, e se trocar de emprego seria benéfico para a minha carreira?"

Sim, o ciclo existe, mas tem um tempo indeterminado. Em muitos casos, a aposentadoria chega antes que o ciclo termine. Para outras pessoas, esse ciclo mal chega a dois anos e a vontade de mudar já começa a fazer cócegas.

Existem duas coisas ruins para uma carreira: mudar quando não é preciso e não mudar quando é preciso. No seu caso, eu lhe sugiro fazer contatos e participar de entrevistas, mas sem aproveitar a primeira proposta que aparecer.

Como não está desesperado para mudar, você pode fazer aos entrevistadores perguntas que a maioria dos candidatos não faz. Tente entender muito bem o que a outra empresa pode lhe oferecer e que você ainda não tenha em oportunidades, ambiente e remuneração.

Pode ser que nessa busca, você se convença de que o seu ciclo, aí na empresa atual, ainda está longe de terminar. E volte a se motivar.

Max Gehringer, para CBN.

2015-09-29

As pinturas foto-realistas com toques de impressionismo de Casey Baugh

Casey Baugh é um artista americano que produz belas pinturas. Retratando especialmente mulheres, Casey Baugh usa tinta a óleo ou carvão para criar suas pinturas, que têm um estilo que mistura foto-realismo com toques de impressionismo. O resultado são lindas pinturas que parecem fotografias que passaram por um filtro no Instagram. Cheias de detalhes, as pinturas possuem um alto grau de realismo, misturadas a detalhes impressionistas, em especial nas pinturas feitas com tinta a óleo, que têm um uso incrível das tintas e cores, que simulam com perfeição os efeitos da luz sobre as modelos como se fossem fotografias reais.

Vejam as pinturas foto-realistas com toques de impressionismo de Casey Baugh:

Casey Baugh pinturas foto-realistas como fotografias com filtro impressionista

Casey Baugh pinturas foto-realistas como fotografias com filtro impressionista

Casey Baugh pinturas foto-realistas como fotografias com filtro impressionista

Casey Baugh pinturas foto-realistas como fotografias com filtro impressionista

Casey Baugh pinturas foto-realistas como fotografias com filtro impressionista

Casey Baugh pinturas foto-realistas como fotografias com filtro impressionista

Casey Baugh pinturas foto-realistas como fotografias com filtro impressionista

Casey Baugh pinturas foto-realistas como fotografias com filtro impressionista

Casey Baugh pinturas foto-realistas como fotografias com filtro impressionista

Casey Baugh pinturas foto-realistas como fotografias com filtro impressionista

Casey Baugh pinturas foto-realistas como fotografias com filtro impressionista

Casey Baugh pinturas foto-realistas como fotografias com filtro impressionista

Casey Baugh pinturas foto-realistas como fotografias com filtro impressionista

Casey Baugh pinturas foto-realistas como fotografias com filtro impressionista

Casey Baugh pinturas foto-realistas como fotografias com filtro impressionista

Casey Baugh pinturas foto-realistas como fotografias com filtro impressionista

Casey Baugh pinturas foto-realistas como fotografias com filtro impressionista

Casey Baugh pinturas foto-realistas como fotografias com filtro impressionista

Casey Baugh pinturas foto-realistas como fotografias com filtro impressionista

Casey Baugh pinturas foto-realistas como fotografias com filtro impressionista

Imagens via site de Casey Baugh. Dica via Beauty is Everywhere - Casey Baugh.

'Fui demitido e não sei o que fazer' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 29/09/2015, com um ouvinte que foi demitido e não sabe por onde começar.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Fui demitido e não sei o que fazer'

demitido

Um ouvinte escreve: "Tenho 34 anos, trabalho desde os 14 e nunca passei um só dia sem emprego. Agora fui inesperadamente demitido e não sei o que fazer e nem por onde começar."

Vamos lá.

Primeiro: não se envergonhe. Ter perdido o emprego não é algo que irá depor contra a sua honestidade ou a sua competência.

Segundo: não se atormente pensando por que você foi demitido. Você foi vítima de uma situação crítica da economia, como milhares de trabalhadores também estão sendo.

Terceiro: não se retraia. Saia de casa, caminhe, converse, leia, escreva, faça um curso de curta duração, preste serviço voluntário. Tudo isso evitará que você caia numa depressão, que é a maior inimiga de um recém-desempregado.

Quarto: faça uma lista de pessoas que você conhece: parentes, amigos, vizinhos, antigos colegas de trabalho e de escola. Telefone ou escreva para essa gente explicando a sua situação e pedindo ajuda. Muitos não o ajudarão, mas alguns o farão.

Você vai também precisar de um currículo. Se nunca fez um, pesquise na internet que tem muitos modelos disponíveis. Escolha um simples, de uma página, e não se preocupe em enfeitá-lo para impressionar. A sua pouca idade, a sua boa experiência e a sua estabilidade já chamarão a atenção de quem for ler.

Finalmente, tenha em mente que você nem chegou ainda a metade da sua carreira. Você está só vivendo um hiato desagradável nela, que logo irá passar. Acredite firmemente nisso. Não porque estou tentando consolá-lo, mas porque você é muito empregável.

Max Gehringer, para CBN.

2015-09-28

As incríveis e sombrias ilustrações de ficção científica e fantasia de Vlad Marica

Vlad Marica é um artista da Romênia. Trabalhando como ilustrador e artista conceitual, Vlad Marica cria imagens com variados temas, indo desde a ficção científica à fantasia e passando pelo terror. Geralmente sombrias, suas ilustrações não se acanham em mostrar cenas cheias de sangue e violência.

Trabalhando principalmente para indústria de entretenimento, mais especificamente para empresas de games, Vlad Marica tem nas ilustrações para card games as suas principais obras em seu portfólio. Neste post mostro uma parte das ilustrações do artista, em que ele aborda temas de ficção científica e fantasia, com um viés sombrio e violento. São ilustrações que mostram demônios cibernéticos aracnídeos, deuses monstros lovecraftianos, guerreiros medievais em sangrentas batalhas, samurais e ninjas futuristas, entre outros.

Vejam as incríveis e sombrias ilustrações de ficção científica e fantasia de Vlad Marica:


Vlad Marica VladMRK deviantart sombrias ilustrações ficção científica fantasia violenta sanguinária

Baal, a aranha gigante - versão avançada

Vlad Marica VladMRK deviantart sombrias ilustrações ficção científica fantasia violenta sanguinária

Baal, a aranha gigante - versão regular

Vlad Marica VladMRK deviantart sombrias ilustrações ficção científica fantasia violenta sanguinária

Dagon, o imperador do mar - versão avançada

Vlad Marica VladMRK deviantart sombrias ilustrações ficção científica fantasia violenta sanguinária

Dagon, o imperador do mar - versão regular

Vlad Marica VladMRK deviantart sombrias ilustrações ficção científica fantasia violenta sanguinária

Anjo elemental

Vlad Marica VladMRK deviantart sombrias ilustrações ficção científica fantasia violenta sanguinária

Gorton liderando o exército de mutantes - versão avançada

Vlad Marica VladMRK deviantart sombrias ilustrações ficção científica fantasia violenta sanguinária

Gorton escapando do asilo - versão regular

Vlad Marica VladMRK deviantart sombrias ilustrações ficção científica fantasia violenta sanguinária

Anjo elemental

Vlad Marica VladMRK deviantart sombrias ilustrações ficção científica fantasia violenta sanguinária

Hank, guerreiro a serviço do rei - versão avançada

Vlad Marica VladMRK deviantart sombrias ilustrações ficção científica fantasia violenta sanguinária

Hank, guerreiro matando bruxa e salvando sua filha - versão regular

Vlad Marica VladMRK deviantart sombrias ilustrações ficção científica fantasia violenta sanguinária

Magni, filho de Thor, derrotando Jörmungandr

Vlad Marica VladMRK deviantart sombrias ilustrações ficção científica fantasia violenta sanguinária

Sci-Fi Samurai - versão avançada

Vlad Marica VladMRK deviantart sombrias ilustrações ficção científica fantasia violenta sanguinária

Sci-Fi Samurai - versão regular

Vlad Marica VladMRK deviantart sombrias ilustrações ficção científica fantasia violenta sanguinária

Ninja Shamash - versão avançada

Vlad Marica VladMRK deviantart sombrias ilustrações ficção científica fantasia violenta sanguinária

Ninja Shamash - versão regular

Vlad Marica VladMRK deviantart sombrias ilustrações ficção científica fantasia violenta sanguinária

Assassina tuareg

Imagens via perfil de Vlad Marica no DeviantArt. Dica via The Design Inspiration - Ball the Giant Spider.

Blog Widget by LinkWithin