2015-06-30

A bela fotografia fashion de Maggie West

Já falei anteriormente sobre o trabalho da fotógrafa americana Maggie West, quando mostrei sua série Kiss, com fotografias artísticas de beijos de diferentes casais, cheios de intimidade e ternura. Sem dúvida nenhuma Kiss é o trabalho mais autoral da artista, todavia, seus outros trabalhos também merecem (e muito) destaque. Por isso, reuni aqui algumas das fotografias de Maggie West com um viés mais fashion. São belas imagens de mulheres, imagens que misturam um viés comercial, de fotografia de revista de moda, com um viés mais artístico e autoral, com a marca da fotógrafa por trás das lentes ao capturar as modelos.

Vejam a bela fotografia fashion de Maggie West:

Maggie West fotografia fashion arte modelos mulheres

Maggie West fotografia fashion arte modelos mulheres

Maggie West fotografia fashion arte modelos mulheres

Maggie West fotografia fashion arte modelos mulheres

Maggie West fotografia fashion arte modelos mulheres

Maggie West fotografia fashion arte modelos mulheres

Maggie West fotografia fashion arte modelos mulheres

Maggie West fotografia fashion arte modelos mulheres

Maggie West fotografia fashion arte modelos mulheres

Maggie West fotografia fashion arte modelos mulheres

Maggie West fotografia fashion arte modelos mulheres

Maggie West fotografia fashion arte modelos mulheres

Maggie West fotografia fashion arte modelos mulheres

Maggie West fotografia fashion arte modelos mulheres

Maggie West fotografia fashion arte modelos mulheres

Maggie West fotografia fashion arte modelos mulheres

Maggie West fotografia fashion arte modelos mulheres

Maggie West fotografia fashion arte modelos mulheres

Maggie West fotografia fashion arte modelos mulheres

Maggie West fotografia fashion arte modelos mulheres

Vejam também:
- A intimidade, ternura e sensualidade capturadas nas fotografias de beijos de Maggie West

Imagens via site de Maggie West.

'Posso solicitar um reajuste salarial por e-mail ou telefone?' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 30/06/2015, com um ouvinte que trabalha em uma filial da empresa, só vê seu superior a cada três meses e quer saber como solicitar um aumento a ele.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Posso solicitar um reajuste salarial por e-mail ou telefone?'

conversa por telefone

Um ouvinte escreve: "Trabalho na filial de uma empresa cuja matriz fica em outro estado. Só vejo pessoalmente o meu superior imediato a cada três meses, quando ele vem fazer uma visita de inspeção. Pretendo solicitar um reajuste salarial e sinto que o momento é propício, porque meus resultados têm sido muito bons. Eu preferiria fazer essa solicitação numa conversa pessoal, mas estou aflito para resolver a situação rapidamente. Posso abordar o assunto com meu superior por e-mail ou por telefone? Ou isso seria desaconselhável?"

Bom, pessoalmente seria melhor, por um motivo: o seu superior não conseguiria escapar da conversa. Por telefone, ele pode alegar que tem um compromisso urgente e liga depois. E por e-mail, ele terá mais tempo para pensar em uma resposta. E recusar por escrito é sempre mais fácil do que recusar falando.

Mas se você realmente está tão ansioso que não pode esperar, posso lhe sugerir que você fale por telefone. Numa ligação, dê uma boa notícia a seu superior. E em seguida diga a ele que você está pleiteando um aumento. Ofereça motivos sólidos, como resultados práticos. E evite dizer que outras empresas da região pagam melhor, mesmo que isso seja verdade.

Aí, espere para ver o que o seu superior irá responder, para você não gastar toda a sua munição de um fôlego só. Eu posso quase lhe garantir que ele lhe dirá para esperar até a próxima visita dele. Parece pouco, mas já é um compromisso. Se a resposta fosse "não", ele a daria por telefone mesmo.

Max Gehringer, para CBN.

2015-06-29

As divertidas ilustrações de ratinhos que se mesclam à realidade de @apredart

O usuário do Instagram @apredart é um jovem artista autodidata da Suíça. Em seu perfil no Instagram, @apredart nos mostra seus desenhos e rascunhos. Uma vertente do seu trabalho são divertidas ilustrações de simpáticos e fofos ratinhos, que não raramente interagem com elementos da realidade, seja quebrando um lápis com um golpe de caratê, seja pendurado com um prendedor de roupas, levando uma alfinetada ou levantando o enorme peso de um cotonete.

Essa técnica de misturar desenhos e ilustrações com objetos tridimensionais colocados sobre o papel não é exatamente original, mas no caso de @apredart, suas obras ganham muitos pontos ao abusar do bom humor, divertimento e meiguice dos personagens, em especial dos simpáticos ratinhos que se aventuram pelo nosso mundo, sejam amando comer um chocolate ou com alergia da primavera.

Vejam as divertidas ilustrações de ratinhos que se mesclam à realidade de @apredart:

apredart instagram ilustrações divertidas ratos e realidade meigo engraçado

apredart instagram ilustrações divertidas ratos e realidade meigo engraçado

apredart instagram ilustrações divertidas ratos e realidade meigo engraçado

apredart instagram ilustrações divertidas ratos e realidade meigo engraçado

apredart instagram ilustrações divertidas ratos e realidade meigo engraçado

apredart instagram ilustrações divertidas ratos e realidade meigo engraçado

apredart instagram ilustrações divertidas ratos e realidade meigo engraçado

apredart instagram ilustrações divertidas ratos e realidade meigo engraçado

apredart instagram ilustrações divertidas ratos e realidade meigo engraçado

apredart instagram ilustrações divertidas ratos e realidade meigo engraçado

apredart instagram ilustrações divertidas ratos e realidade meigo engraçado

apredart instagram ilustrações divertidas ratos e realidade meigo engraçado

apredart instagram ilustrações divertidas ratos e realidade meigo engraçado

apredart instagram ilustrações divertidas ratos e realidade meigo engraçado

apredart instagram ilustrações divertidas ratos e realidade meigo engraçado

apredart instagram ilustrações divertidas ratos e realidade meigo engraçado

apredart instagram ilustrações divertidas ratos e realidade meigo engraçado

apredart instagram ilustrações divertidas ratos e realidade meigo engraçado

apredart instagram ilustrações divertidas ratos e realidade meigo engraçado

Imagens via perfil de @apredart no Instagram. Dica via Lohrien Still Alive - Illustrations by @apredart on instagram.

'Mandei currículos, mas não recebi nenhuma resposta' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 29/06/2015, sobre como anda o mercado de trabalho na crise atual.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Mandei currículos, mas não recebi nenhuma resposta'

crise econômica

Uma ouvinte escreve: "Fui dispensada por medidas de redução de custos, segundo meu chefe me disse. Isso faz dois meses. De lá para cá, mandei currículos para todas as empresas que conheço, mas não recebi nenhuma resposta. Pergunto se existe algo errado com o meu currículo?"

Não. O que existe é uma situação anormal no mercado de trabalho. Com tantas notícias sobre crise econômica, redução de consumo, aumento de inadimplência, muitas empresas estão tomando medidas preventivas de contenção de despesas. Incluindo, como ocorreu no seu caso, demissões para reduzir a folha de pagamento, com o congelamento da vaga até que a situação econômica clareie um pouco.

Portanto, para nossa ouvinte e para todos os ouvintes interessados, o envio de currículos e o cadastramento em sites muito provavelmente não irão resultar em respostas imediatas, mas nem por isso devem deixar de ser feitos.

Outro ouvinte pergunta se existe um prazo para voltar a se cadastrar em sites de empresas para eventuais vagas. Sim, existe. Dois meses.

Mesmo não contratando, as empresas continuam mantendo abertos os canais de cadastramento, mas elas não conservam indefinidamente os dados cadastrados, porque quem se cadastrou pode ter conseguido outro emprego e se desinteressado. Portanto, a cada sessenta dias, vale a pena renovar o cadastramento.

Por outro lado, nem todas as empresas brasileiras estão apavoradas com a crise. E a persistência pode levar a uma que esteja contratando.

Max Gehringer, para CBN.

Blog Widget by LinkWithin