2013-05-31

As macabras esculturas de porcelana distorcendo a inocência de crianças com muito terror de Maria Rubinke

Direto da Dinamarca, a artista Maria Rubinke produz esculturas usando porcelana, criando pequenas figuras e bibelôs. Entretanto, ao contrário dos temas tradicionais desta área (como anjinhos e crianças fofas), as obras de Rubinke mostram crianças e bebês em situações de puro terror e surrealismo, como se possuídas por demônios, mutiladas, com a cabeça explodida e com muito sangue.

O contraste entre o branco da porcelana e a pintura vermelha, que simula o sangue, é um dos destaques das esculturas da artista. Além disso, talvez o que seja mais impressionante na arte de Rubinke seja o contraste entre a pureza e a inocência de figuras infantis em volta de buracos de bala, cérebros ensanguentados, cabeças rachadas, olhos arrancados e muito mais.

Vejam as macabras esculturas de porcelana distorcendo a inocência de crianças com muito terror de Maria Rubinke:


Maria Rubinke esculturas porcelana surreais sangue crianças macabras Servindo sangue

Servindo sangue

Maria Rubinke esculturas porcelana surreais sangue crianças macabras Arrancando os olhos

Maria Rubinke esculturas porcelana surreais sangue crianças macabras Arrancando os olhos

Arrancando os olhos

Maria Rubinke esculturas porcelana surreais sangue crianças macabras Crânio rachado expondo o cérebro

Maria Rubinke esculturas porcelana surreais sangue crianças macabras Crânio rachado expondo o cérebro

Maria Rubinke esculturas porcelana surreais sangue crianças macabras Crânio rachado expondo o cérebro

Crânio rachado expondo o cérebro

Maria Rubinke esculturas porcelana surreais sangue crianças macabras Bibelôs com anjinhos macabros

Maria Rubinke esculturas porcelana surreais sangue crianças macabras Bibelôs com anjinhos macabros

Maria Rubinke esculturas porcelana surreais sangue crianças macabras Bibelôs com anjinhos macabros

Bibelôs com anjinhos macabros

Maria Rubinke esculturas porcelana surreais sangue crianças macabras Cabeças de palhaço

Cabeças de palhaço

Maria Rubinke esculturas porcelana surreais sangue crianças macabras Caveira

Caveira

Maria Rubinke esculturas porcelana surreais sangue crianças macabras Empalado

Empalado

Maria Rubinke esculturas porcelana surreais sangue crianças macabras Tiro na cabeça

Maria Rubinke esculturas porcelana surreais sangue crianças macabras Tiro na cabeça

Tiro na cabeça

Maria Rubinke esculturas porcelana surreais sangue crianças macabras Ninho na cabeça

Maria Rubinke esculturas porcelana surreais sangue crianças macabras Ninho na cabeça

Ninho na cabeça

Maria Rubinke esculturas porcelana surreais sangue crianças macabras Vícios

Vícios

Maria Rubinke esculturas porcelana surreais sangue crianças macabras Coração

Maria Rubinke esculturas porcelana surreais sangue crianças macabras Coração

Coração

Maria Rubinke esculturas porcelana surreais sangue crianças macabras Blood mary

Blood mary

Maria Rubinke esculturas porcelana surreais sangue crianças macabras Cabeça rachada

Maria Rubinke esculturas porcelana surreais sangue crianças macabras Cabeça rachada

Cabeça rachada

Maria Rubinke esculturas porcelana surreais sangue crianças macabras Demônio disfarçado

Demônio disfarçado

Maria Rubinke esculturas porcelana surreais sangue crianças macabras Energia

Energia

Maria Rubinke esculturas porcelana surreais sangue crianças macabras Perna cortada

Perna cortada

Maria Rubinke esculturas porcelana surreais sangue crianças macabras Sorvete

Maria Rubinke esculturas porcelana surreais sangue crianças macabras Sorvete

Sorvete

Maria Rubinke esculturas porcelana surreais sangue crianças macabras Cérebros

Cérebros

Maria Rubinke esculturas porcelana surreais sangue crianças macabras Feliz

Feliz

Maria Rubinke esculturas porcelana surreais sangue crianças macabras Banho sangrento

Banho sangrento

Maria Rubinke esculturas porcelana surreais sangue crianças macabras Serrote

Maria Rubinke esculturas porcelana surreais sangue crianças macabras Serrote

Serrote

Maria Rubinke esculturas porcelana surreais sangue crianças macabras Cabeça estourada

Maria Rubinke esculturas porcelana surreais sangue crianças macabras Cabeça estourada

Cabeça estourada

Imagens via perfil de Maria Rubinke no Facebook. Dica via Empty Kingdom - Maria Rubinke.

'Parei de trabalhar aos 22 anos para cuidar dos meus filhos e agora quero retornar ao mercado' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 31/05/2013, com o caso cada vez mais comum de uma ouvinte que parou a carreira para cuidar dos filhos e agora quer saber como voltar ao mercado de trabalho.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Parei de trabalhar aos 22 anos para cuidar dos meus filhos e agora quero retornar ao mercado'

mãe trabalhadora

Uma ouvinte escreve: "Quando eu tinha 22 anos interrompi minha carreira profissional para me dedicar à criação de meus filhos. Hoje eles cresceram e eu comecei a me ver sem ter tanto para fazer. Tenho curso superior, sempre procurei me manter atualizada através de leituras, mas estou com 45 anos. Pergunto: como o mercado de trabalho avaliaria o meu interesse em voltar a trabalhar?"

Vamos lá. Muitas donas de casa que fizeram a opção que você fez, de dar prioridade à criação e educação dos filhos, estão pensando da mesma forma que você. Sua presença em casa já não é tão necessária e você tem ainda muitos anos pela frente, que poderiam ser melhor aproveitados ganhando dinheiro e se sentindo útil. Nessa ordem ou na ordem inversa.

O que eu lhe sugiro é que você não tente conseguir um emprego através do cadastramento em um site ou do envio de currículos para empresas. As duas décadas que você passou distante do mercado de trabalho já seriam suficientes para que você não passasse pelo funil de uma pré-seleção.

Inicialmente, seria melhor você procurar agências que terceirizam profissionais para outras empresas, para serviços temporários ou cobertura de férias. Isso permitiria que você começasse a fazer trabalhos, que talvez estejam abaixo de sua capacidade. Mas, por outro lado, lhe dariam tanto a oportunidade de voltar a se acostumar com o ambiente corporativo, quanto a de se adaptar às mudanças que ocorreram nos últimos vinte anos e que não foram poucas.

Depois de um ano como terceirizada, passando por algumas empresas e executando diversas tarefas, você poderá começar a procurar uma vaga efetiva, já sem o peso do longo hiato que a sua carreira sofreu, por motivos mais do que justos. Boa sorte!

Max Gehringer, para CBN.

2013-05-30

As surreais e sombrias pinturas de Jeff Christensen

Sombrias e surreais, as pinturas do artista americano Jeff Christensen parecem saídas diretamente daqueles pesadelos dos cantos mais obscuros da mente, onde as regras da realidade só existem para ser distorcidas e reinterpretadas, onde o tempo não existe e cada ser é uma mistura onírica de loucura e maldição.

Vejam as surreais e sombrias pinturas de Jeff Christensen:


Jeff Christensen js4853 deviantart pinturas surreais sombrias Sonho febril

Sonho febril

Jeff Christensen js4853 deviantart pinturas surreais sombrias Safira

Safira

Jeff Christensen js4853 deviantart pinturas surreais sombrias O usurpador

O usurpador

Jeff Christensen js4853 deviantart pinturas surreais sombrias Sob o céu desabando

Sob o céu desabando

Jeff Christensen js4853 deviantart pinturas surreais sombrias Temperança

Temperança

Jeff Christensen js4853 deviantart pinturas surreais sombrias O gigante

O gigante

Jeff Christensen js4853 deviantart pinturas surreais sombrias Maré alta

Maré alta

Jeff Christensen js4853 deviantart pinturas surreais sombrias Nunca se sabe

Nunca se sabe

Jeff Christensen js4853 deviantart pinturas surreais sombrias Segure-se

Segure-se

Jeff Christensen js4853 deviantart pinturas surreais sombrias Na queda

Na queda

Jeff Christensen js4853 deviantart pinturas surreais sombrias Artífice

Artífice

Jeff Christensen js4853 deviantart pinturas surreais sombrias Entre a areia e as estrelas

Entre a areia e as estrelas

Jeff Christensen js4853 deviantart pinturas surreais sombrias Horas de desespero

Horas de desespero

Jeff Christensen js4853 deviantart pinturas surreais sombrias Morte no sonho

Morte no sonho

Jeff Christensen js4853 deviantart pinturas surreais sombrias Deuses do túmulo

Deuses do túmulo

Jeff Christensen js4853 deviantart pinturas surreais sombrias Rainha dos bastões

Rainha dos bastões

Jeff Christensen js4853 deviantart pinturas surreais sombrias Os rios subirão

Os rios subirão

Jeff Christensen js4853 deviantart pinturas surreais sombrias Ruína

Ruína

Jeff Christensen js4853 deviantart pinturas surreais sombrias Espantalho

Espantalho

Jeff Christensen js4853 deviantart pinturas surreais sombrias Promessa de violência

Promessa de violência

Imagens via perfil de Jeff Christensen no DeviantArt. Dica via Empty Kingdom - Jeff Christensen.
Blog Widget by LinkWithin