2012-09-25

'Tenho dificuldade em lidar com jovens que ingressam no mercado de trabalho' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 25/09/2012, sobre jovens que desafiam as convenções no mercado de trabalho.

Áudio original disponível no site da CBN (link aqui). E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Tenho dificuldade em lidar com jovens que ingressam no mercado de trabalho'

jovens trabalhadores

Um dileto gerente escreve: "Venho encontrando crescente dificuldade para lidar com jovens que ingressam no mercado de trabalho. Eles nem bem botam o pé na empresa e já começam a criticar tudo o que veem. Os valores que durante anos nortearam a nossa empresa não parecem fazer sentido para uma geração que quer impor seus próprios valores, antes mesmo de mostrar um mínimo de competência profissional. Acredito que isso seja mais um desabafo que estou fazendo, mas gostaria de ouvir a sua opinião."

Vamos lá. Vou começar com uma diferenciação. Valores nunca mudam, convenções sim. A honestidade é um valor, a moda é uma convenção: o que é fashion hoje pode ser ridículo amanhã.

Salvo raras exceções, o que eu tenho visto em empresas, são jovens desafiando convenções, e não valores. O que não é nenhuma novidade porque qualquer jovem quer, como todos sempre quiseram, construir o seu próprio mundo em vez de submeter ao mundo que lhe é imposto pelos adultos. Quem não desafiou uma convenção quando era jovem, já deve ter nascido velho.

Uma dessas convenções é a relação entre um chefe e um subordinado. Um dia, ela se baseou na obediência irrestrita. O subordinado ouvia uma ordem e já saía correndo para executá-la, sem perguntar qual era a finalidade dela. O jovem atual, mais tecnológico, mais bem informado, quer antes saber porque ele precisa fazer aquilo. E isso tanto pode ser visto como insolência ou como aprendizado.

Eu diria a nosso ouvinte que quando vários jovens desafiam uma convenção da empresa, a empresa deveria se perguntar se aquela convenção continua válida nos dias atuais. Porque é mais fácil adaptar uma convenção aos novos tempos do que pretender que os jovens se comportem como nos velhos tempos.

Max Gehringer, para CBN.

No comments:

Blog Widget by LinkWithin