2012-09-24

'Sou criticado por falta de objetividade quando faço reclamações' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 24/09/2012, sobre objetividade e dicas para ser objetivo ao falar com o chefe.

Áudio original disponível no site da CBN (link aqui). E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Sou criticado por falta de objetividade quando faço reclamações'

objetividade no alvo

Escreve um ouvinte: "Mais de uma vez, meu gerente me criticou por minha falta de objetividade quando relato algum problema para ele. Não tenho a impressão de que sou enrolado, mas gostaria de ouvir algumas dicas suas."

Fico feliz. Então vamos lá.

Primeiro: pense. Boa parte da falta de objetividade advém do fato de começar a falar antes de ter ordenado os pensamentos. Mentalmente, coloque os fatos em ordem antes de entrar na sala do gerente, e só entre depois que você tiver o seu discurso pronto.

Segundo: se existirem dados que possam ajudar, junte-os e coloque-os na sequência correta. É sempre mais fácil mostrar algo no papel do que tentar explicar em palavras, principalmente quando se trata de números.

Terceiro: vá direto ao assunto. A impressão da falta de objetividade começa quando quem está ouvindo demora a ser informado sobre o tema que está discutindo.

Quarto: não se desvie do rumo. Profissionais não muito objetivos tendem a abrir longos parênteses na conversa para encaixar algum outro assunto que de repente lhes vêm à mente. Normalmente esses parênteses começam com frases como "Ah, por falar nisso..." ou "Só para você ter uma ideia..." O resultado é que muitas vezes fica difícil retomar a discussão do ponto em que ela não deveria ter parado.

Quinto: não tente esgotar o assunto. Se você já disse o que precisava, dê um tempo para o gerente digerir o problema. Quem é pouco objetivo tende a querer responder tudo o que não é perguntado e nem seria.

Sexto: anote o que foi combinado.

E sétimo: não emende um segundo assunto quando o primeiro terminar. Isso passa a impressão de que o primeiro assunto não era o mais relevante.

Eu tinha um chefe que dizia que qualquer assunto que não possa ser bem explicado em cinco minutos, não será explicado em uma hora. Objetividade é somente isso.

Max Gehringer, para CBN.

1 comment:

Sissym said...

Olá!

As dicas dele, conselhos, são muito importantes. Acho que às vezes, a ansiedade atrapalha muito ou mesmo estraga tudo.

Bjs

Blog Widget by LinkWithin