2012-09-14

'Minha carreira empacou' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 14/09/2012, sobre porque as carreiras empacam.

Áudio original disponível no site da CBN (link aqui). E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Minha carreira empacou'

porta fechada carreira

"Minha carreira empacou", escreve um ouvinte. "Estou há muito tempo fazendo a mesma coisa e não vejo como mudar essa situação."

Muito bem. Nosso ouvinte não forneceu detalhes sobre a sua idade e formação, então vamos começar pela pergunta básica: por que carreiras empacam? Por quatro motivos:

O primeiro é o medo de arriscar. Com o tempo, a comodidade gera inércia. Não estou me referindo a correr riscos exagerados, mas a sondar regularmente o mercado, procurando oportunidades e participando de processos em outras empresas.

Segundo: não participar de um círculo de relacionamento profissional que inclua gente ambiciosa. Geralmente, pessoas com a carreira empacada tendem a conviver apenas com outras pessoas na mesma situação. E todos se consolam mutuamente, enquanto ficam esperando que alguma coisa aconteça, em vez de fazer algo para as coisas acontecerem.

Terceiro: falta de investimento em si mesmo. O que a pessoa sabe é suficiente para executar o trabalho presente. Então ela não se preocupa em fazer cursos ou participar de treinamentos para adquirir habilidades que seriam exigidas no próximo trabalho.

Quarto: carência de marketing pessoal. A pessoa não sabe como construir uma imagem que chame a atenção dentro da empresa. Usualmente, os empacados não apreciam quem, na opinião deles, só gosta de aparecer. O problema é que quem não aparece, desaparece.

Finalmente, dois profissionais podem estar na mesma situação em termos de carreira. Por exemplo, dez anos na mesma função. Só que um está satisfeito com isso e o outro, como no caso do nosso ouvinte, está muito preocupado. A diferença está no nível de ambição de cada um. Quem é ambicioso não pode ficar esperando que as soluções caiam do céu. E quem não é ambicioso, pode até não ir longe na carreira, mas, em compensação, não fica sofrendo todo dia por causa disso.

Max Gehringer, para CBN.

No comments:

Blog Widget by LinkWithin